Architecture for Voice, Video and Integrated Data

Cisco Unified Communications

L2 Upgrade VS RU Upgrade

Posted by gvillarinho em 06/11/2013

Hoje em dia há muita preocupação em realizar um upgrade, pois às vezes temos “comportamentos” diferentes em cada atualização. Isso se dá quando é um Linux-to-Linux Upgrade, conhecido como L2 Upgrade, ou um Refresh Upgrade, conhecido como Upgrade RU.

Linux-to-Linux Upgrade

O L2 upgrade é o de menor impacto no ambiente, pois é quando o CUCM atual tem a versão do OS igual ao que o novo CUCM terá. É possível instalar na partição inativa sem nenhum boot durante a atualização e em um período bem curto de tempo.

De acordo com a Cisco, alguns exemplos de L2 upgrade são:

· 6.1(3) para 7.1(5);
· 7.1(2) para 8.0(3);
· 8.6(1) para 9.1(1).

Refresh Upgrade

O RU upgrade é o de maior impacto no ambiente, pois o CUCM atual não possui a mesma versão do OS que o novo CUCM terá. Ou seja, dependendo do caso há uma instalação nova de OS, reconfiguração de RAID e diversos boots durante a instalação. Dependendo do servidor que estiver utilizando é necessário ainda um USB HD externo para auxiliar o upgrade. E em casos mais extremos, RU upgrade para a nova versão 9.1, não é nem aconselhável pela Cisco em alguns modelos de servidores.

Os RU upgrade, dependendo do desempenho e da atualização, podem demorar até 4 horas em alguns casos.

De acordo com a Cisco, alguns exemplos de RU upgrade são:

· 8.0(3) para 8.6(1);
· 8.5(1) para 8.6(2);
· 7.1(5) para 8.6(1);
· 8.5(1) para 9.1(1).

Conclusão

Este artigo é para orientação, não substitui qualquer documento oficial da Cisco, então SEMPRE, mas SEMPRE mesmo antes de realizar um upgrade, informe-se pelo release notes ou upgrade guide da versão desejada qual a melhor maneira de se realizar um upgrade, seja com múltiplos upgrades (de versões muito antiga até a nova) , upgrade direto, brigde upgrade (onde é possível migrar para a nova versão com o servidor atual, porém o serviço de Cisco Callmanager não sobe, este método é utilização para migração para um novo servidor via backup & restore ) e também compatibilidades software VS hardware. Com isso, o upgrade será muito mais fácil com resultados já esperados.

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

Melhores práticas para Implementação de SIP Trunk para Operadora

Posted by loliveira em 22/10/2013

Guia do Fabricante sobre as melhores práticas para implementar SIP Trunk com a Operadora.

http://www.cisco.com/en/US/prod/collateral/voicesw/ps6790/gatecont/ps5640/white_paper_c11-620461.html

Posted in SIP | Leave a Comment »

Configurando Cisco IP Phone Agent

Posted by gvillarinho em 17/10/2013

O Cisco IP Phone Agent, ou IPPA, é um serviço do Contact Center Express configurado no Communications Manager(Callmanager) para funcionar como um agente no visor do aparelho de telefone. Este serviço geralmente é utilizado quando o Contact Center Express adquirido esta na licença Standard, pois não há licenciamento para o CAD (Agent Desktop).

Vantagens

· Não é necessário ter um desktop fixo ou um poll de desktops fixos.

· Mobilidade para qualquer telefone, quando configurado junto com Extension Mobility. Incluindo 792X (Modelos IP phones Wireless da Cisco)

· IPPA pode funcionar em qualquer telefone que suporte XML.

· Pode ser uma implantação mais barato para a empresa, já que a licença STANDARD é relativamente mais em conta do que as demais (ENHANCED e PREMIUM)

Desvantagens

· Monitoria Silenciosa e gravação que são baseadas em software (gravação pelo próprio UCCX com o Supervisor Desktop) não são suportadas.

· Já que sua configuração é um serviço estático assinado no telefone, em ambientes de alta disponibilidade, pode haver problemas em caso de queda. Exemplo: o serviço foi assinado no servidor master e ocorrer um problema neste servidore, o serviço ficará fora.

Configuração

Sua configuração é bem simples, após a integração e configuração do Communications Manager e Contact Center Express, acesse na pagina do Communications Manager Device > Device Settings > Phone Services.

clip_image002

Clique em Add New e preencha os campos abaixo:

clip_image003

Service Name

Nome do serviço

ASCII Service Name

Nome do serviço

Service URL

http://<IP_DO_UCCX>:6293/ipphone/jsp/sciphonexml/IPAgentInitial.jsp

Service Category

XML Service

Service Type

Standard IP Phone Service

Enable

Habilitar o serviço

Enterprise Subscription

Selecionando essa opção, irá assinar em todos os telefones registrados no Communications Manager (Não recomendado, pois apenas alguns usuários finais utilizarão tal opção).

Após criar o serviço, basta assinar o serviço como qualquer serviço no device phone (ou profile) do usuário. Assim com o Extension Mobility.

Segue um link para referência, mesmo sendo para versões antigas, funciona perfeitamente em qualquer versão:

http://www.cisco.com/en/US/products/sw/voicesw/ps556/products_configuration_example09186a00801c5765.shtml#step1

Adicional, você pode configurar “One button Login”, onde é possível apertar um botão e já logar no IPPA:

http://www.cisco.com/en/US/products/sw/custcosw/ps1846/products_tech_note09186a008029e6d5.shtml

OBS: One Button Login é necessário colocar a senha manualmente em cada configuração, ou seja, caso seja um ambiente com integração LDAP com um AD, por exemplo, não funcionará muito bem.

Posted in UCCX | Leave a Comment »

Extension Mobility – Erros comuns no EM

Posted by loliveira em 30/09/2013

 

Opa Galera encontrei este documento no CSC muito bom para auxiliar na detecção de problemas relacionados ao Extension Mobility e possíveis correções.

https://supportforums.cisco.com/docs/DOC-22944

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

EMCC – Troubleshooting

Posted by loliveira em 30/09/2013

O EMCC (Extension Mobility Cross-Cluster) embora mais “sofisticado” continua sendo o Extension Mobility, e nos oferecendo assim alguns códigos de erros (quando ocorrem) para nos ajudar no Troubleshooting.

Segue o Link abaixo com os códigos de erro do EMCC, bem útil:

http://www.cisco.com/en/US/docs/voice_ip_comm/cucm/admin/8_0_2/ccmfeat/fsemcc.html#wp1394889

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

CTS – Reset de Fábrica

Posted by loliveira em 29/09/2013

Procedimento em inglês para restaurar as configurações de fábrica de um CTS.

https://supportforums.cisco.com/docs/DOC-28241

Posted in Telepresence | Leave a Comment »

VCS – Exemplo de configuração de dial plan para evitar interworking

Posted by Paulo Souza em 26/09/2013

Pessoal,

Na minha experiência com projetos de vídeo envolvendo VCS Control e VCS Expressway, eu tive muitos problemas com conversão de protocolos no VCS, usando o recurso de interworking, como por exemplo em ligações de SIP para H323 e vice versa. Eu já vi alguns cenários em que a criptografia não era negociada direito, o DTMF não chegava do outro lado, ou acontecia algum erro de negociação bizarro e a chamada não funcionava. Isso quase sempre acontecia em ambientes com o VCS Expressway, onde o cliente fazia conferência com tudo o que é tipo de endpoint na internet, até aqueles bem antigos já aposentados que ninguém quer nem de graça. Inclusive, me lembro de ter pego uma situação onde um endpoint antigo da Polycom reiniciava (literalmente!!) sempre que o VCS convertia a chamada de SIP para H323 e o lado SIP era um endpoint interno tentanto negociar criptografia.

Mas claro, estes tipos de problemas não são comuns, existe a possibilidade de eles ocorrerem, principalmente quando há integração com a internet, mas não é algo que recorrentemente apresenta problema.

Bom, criei recentemente um documento mostrando um exemplo de configuração de dial plan do VCS no qual o VCS manipula as chamadas de forma a evitar conversão de protocolos (interworking) sempre que possível. Este documento contém todas as search rules e transforms que devem ser aplicadas nos VCSs para fazer a mágica acontecer. Publiquei o doc no CSC global de telepresença da Cisco, vale a pena conferir:

https://supportforums.cisco.com/docs/DOC-36695

Ate a próxima!

Paulo Souza

Posted in Telepresence | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Congrats – Peterson Cristovam

Posted by loliveira em 26/09/2013

É com prazer e muito orgulho que venho comunicar a conquista obtida pelo meu amigo e mentor, que cujos ensinamentos ajudou muito no meu desenvolvimento profissional (e vai me ajudar na obtenção do meu IE hehehe) e também sempre nos apoiou neste ideal que é avvid.net. Obrigado !

 

Parabéns Peterson Cristovam (#40728) por conquistar o CCIE Voice

 

CCIE_Voice PS: Mano, c não tem noção como eu queria compartilhar essa notícia no nosso blog !

Posted in Outros | 12 Comments »

VCS – Como evitar SIP UDP timeout sem desabilitar UDP

Posted by Paulo Souza em 26/09/2013

Pessoal,

Na minha experiência com projetos de telepreseça Cisco, eu já vi muitos cenários onde havia problemas delay em chamadas da rede local para internet usando a solução VCS Control e VCS Expressway da Cisco. Problemas geralmente relacionados a endpoints locais SIP chamando endpoints externos H323 não registrados no VCS Expressway, como endpoints stand alone, por exemplo. Neste cenário, muitas vezes as chamadas demoravam muitos segundos para conectar, a ponto de usuário simplesmente desistir da ligação achando que há algum problema com o sistema.

Estes questões em que leva um tempo muito grande para conectar as chamadas para a internet são normalmente relacionados ao protocol SIP usando transporte UDP. Então  maioria dos usuários desabilitam o protocol SIP UDP no VCS Expressway, o que definitivamente resolve o problema e é inclusive recomendado pela Cisco. Porém, em alguns casos, pode-se ter endpoints na internet antigos que apenas suportam SIP usando transporte UDP, neste caso, se o UDP for desabilitado globalmente nas configurações de SIP, tais endpoints não serão capazes de se comunicar com o seu ambiente usando SIP UDP. Isto não se relaciona a apenas endpoints legados que apenas suportam UDP, isto pode ser também aplicado para endpoints da internet que suportam SIP sobre TCP, UDP e TLS, mas que por algum motivo, apenas UDP foi habilitado.

Para contornar este problema sem desabilitar o SIP UDP globalmente, eu criei um workaround que pode ser aplicado em qualquer ambiente. Vale a pena conferir, segue link do documento que postei na CSC global de telepresence da Cisco:

https://supportforums.cisco.com/docs/DOC-36694

Até a próxima.

Paulo Souza

Posted in Telepresence | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Meet-me no CUCM Express

Posted by loliveira em 26/09/2013

Conferencia é quando mais de 2 participantes se comunicam através de uma conversa telefônica.

Dois tipos de conferência estão disponiveis no CUCME: Ad-Hoc e Meet-me

Conferencias AD-Hoc podem ser Hardware-based ou Software-based.

Software-based utiliza a CPU do router para prover o mix do audio (G711) e é limitado até 3 participantes.

Hardware-based utiliza DSP´s (Digital Signal Processors) e permite mais participantes que no Software-based e também oferece features adicionais como Join e Conference Participant List (ConfList).

Conferências Meet-me são criadas por um participante (usuário) que liga para um número especifico e compartilha o número que ligou para que outros disquem e todos entram na “sala de audio conferência”. O Meet-me no CUCME só funciona como Hardware-based only, portanto é necessário configurar o conference profile, e é recomendado também criar os tons de audio quando as pessoas entram ou saem do Meet-me.

Customizando os tons:

voice class custom-cptone jointone
dualtone conference
frequency 600 900
cadence 350 150 350 100 350 50

voice class custom-cptone leavetone
dualtone conference
frequency 400 800
cadence 400 100 200 100 200 100

Configurando o CUCME para associar o Conference Profile:

sccp local <CME IP>
sccp ccm <CME IP> identifier 1 priority 1 version 7.0
sccp

sccp ccm group 1
associate ccm 1 priority 1
associate profile 1 register CME_CONF

dspfarm profile 1 conference
codec g711ulaw
codec g711alaw
codec g729ar8
codec g729abr8
codec g729r8
codec g729br8
maximum sessions 8
maximum conference-participant 8
conference-join custom-cptone jointone
conference-leave custom-cptone leavetone
associate application SCCP

Configuração do CUCME para o máximo de participantes por Conferencia:

telephony-service
max-conferences 8 gain -6

E finalmente, a DN que será o Meet-me Number que os usuários irão discar.

ephone-dn 5 octo-line
number 1111 no-reg primary
conference meetme

Fonte: http://cciev.ciscovoicetech.com/cme-conferencing-meetme

Posted in Callmanager Express | 2 Comments »

SIP Normalization Script

Posted by loliveira em 26/09/2013

 

Sip Trunks pode conectar uma variedade de endpoints, incluindo PABX´s, Gateways e Service Providers. Cada um destes endpoints implementa o protocolo SIP de forma um pouco diferente, causando problemas únicos de interoperabilidade. Para normalizar as mensagens pelo Trunk, o CUCM permite que você adicione ou atualize scripts no sistema, e os associa a um ou mais SIP Trunks.

 

Normalization Scripts permitem que você crie, perserve, remova ou altere o conteúdo do cabeçalho SIP ou do conteúdo (SDP). Após você criar o Normalization Script, associe o ao SIP Trunk.

Mais info: http://www.cisco.com/en/US/docs/voice_ip_comm/cucm/sip_tn/8_5_1/1-overview.html

 

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

Cisco UC em ambientes Virtualizados

Posted by loliveira em 25/09/2013

http://docwiki.cisco.com/wiki/Unified_Communications_in_a_Virtualized_Environment

 

Lista de hardware suportado por cada aplicação.
http://docwiki.cisco.com/wiki/UC_Virtualization_Supported_Hardware

 

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

EMCC – Extension Mobility Cross Cluster

Posted by loliveira em 20/09/2013

Video Learning sobre como configurar o EMCC e permitir que usuários efetuem login em cluster´s diferentes que estão interligados.

https://supportforums.cisco.com/videos/1970

 

Apresentação da CiscoLive! sobre o EMCC:  http://d2zmdbbm9feqrf.cloudfront.net/2012/usa/pdf/BRKUCC-2040.pdf

Posted in Callmanager | Leave a Comment »

Divulgação – Data Center Virtualization Fundamentals

Posted by loliveira em 20/09/2013

Gustavo Santana, autor do livro “Data Center Virtualization Fundamentals” discutirá com um enfoque técnico as motivações, métodos usados e tecnologias estudadas nessa publicação da Cisco Press, lançada em junho de 2013.

 

Comunidade de Suporte da Cisco – Webcasts com os Especialistas Cisco

Data Center Virtualization Fundamentals

Registre-se hoje para o Webcast ao vivo da Cisco Support Community em português. Assista a este evento interativo na quarta-feira 2 de outubro de 2013, às 11:00 a.m. horário de Brasília (UTC -3 horas). Esta hora corresponde a 3:00 p.m. em Lisboa (UTC +1 hora), 7 a.m. São Francisco (UTC -7 horas), e 10 a.m. Nova York (UTC -4 horas).

Gustavo Santana, autor do livro “Data Center Virtualization Fundamentals” discutirá com um enfoque técnico as motivações, métodos usados e tecnologias estudadas nessa publicação da Cisco Press, lançada em junho de 2013.

Gustavo Santana é Arquiteto de Soluções Técnicas da Cisco, trabalha em projetos de data center e virtualização que exigem uma maior integração entre as várias áreas de tecnologia, como redes, otimização de aplicações, armazenamento e servidores. Com mais de 15 anos de experiência na indústria de data centers, Gustavo liderou e coordenou uma equipe de engenheiros especializados da Cisco no Brasil. Um verdadeiro entusiasta da educação técnica como um catalisador de tecnologia, ele também tem se dedicado ao desenvolvimento técnico de muitos profissionais de TI em clientes, parceiros e alianças estratégicas.

Possui duas certificações de CCIE (Routing & Switching e Networking Storage). Gustavo também é VMware Certified Professional (VCP) e SNIA Certified Storage Networking Especialist (SCSN-E). Palestrante freqüente da Cisco em eventos do setor de data center, ele é formado em Engenharia de Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e com MBA em gestão estratégica de TI pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Gustavo mantém um blog pessoal em que discute temas relacionados com as tecnologias de virtualização de data center aqui

Registre-se agora

 

Agenda
  • Motivações
  • Métodos
  • Conteúdo
    Duração aproximada: 90 minutos

Posted in Outros | Leave a Comment »

Locale no IP Communicator com o Windows 7

Posted by loliveira em 20/09/2013

Tive problemas recentemente com o locale no IPC instalado no Windows 7. Sempre dava erro para baixar do CUCM.

A solução foi habilitar o TFTP Client no Windows 7, conforme imagem abaixo. Vem desabilitado por default.

aeeee

Posted in Callmanager, Ip Communicator | Leave a Comment »

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 950 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: